Azulejos geométricos

Quer adicionar um pouco de cor e design a um espaço na sua casa? Use azulejos geométricos. Em vez de optar por um padrão quadriculado ou piso chevron, que tal uma estampa gráfica? Algo que crie um estilo mais artístico?

A decoração da casa precisa ser encarada como diversão; caso contrário, tende a cair na monotonia. E uma das formas de fugir do lugar comum e deixá-la sempre com o frescor da novidade, é apostar em ideias diferentes para destacar os ambientes. Dar ênfase ao piso, ao invés de decorar qualquer outra superfície, é um ótimo exemplo e já que o piso vira o centro das atenções, por que não explorá-lo com uma tendência decorativa?

 

As formas geométricas viraram tendência há algum tempo e vieram para ficar! Com linhas retas, formas leves e discretas, os triângulos, retângulos e quadrados decoram diferentes espaços da casa realçando superfícies, e trazendo a beleza da simplicidade para as composições. Apostar em azulejos geométricos para decorar a cozinha, o banheiro ou a sala, é uma boa forma de deixar o piso em destaque. E a melhor parte é que, com um piso bem decorado, o uso do tapete é totalmente dispensável.

Durável, à prova d’água, fresquinho e agradável ao toque, o azulejo é uma opção perfeita para as regiões mais quentes. Sem contar que ele é prático de limpar, e junta muito menos poeira do que os pisos carpetados/cobertos de tapete, uma vantagem enorme para os alérgicos.

Em cores neutras, eles são extremamente versáteis, e combinam com qualquer tom vibrante. Com um piso geométrico em preto e branco, você pode optar por acessórios vermelhos, azuis, amarelos… O céu é o limite!

Azulejos retrô

Você já conhece a nova febre no mercado de revestimentos? São os “patchworks” ou “mix” de azulejos decorados. A maior prova disto é que praticamente todas as marcas de revestimentos contemplam uma ou mais linhas deste tipo de composição em suas coleções nos últimos 02 anos. Para resumir, são basicamente azulejos retrô que dão um charme e uma repaginada no ambiente!
A minha atração por este gênero vem ainda dos tempos dos azulejos fora de linha quando comprávamos somente em lojas especializadas com uma certa dificuldade para formar composições interessantes. Minhas reservas quanto a este tipo de composição decorrem justamente do uso em larga escala que temos visto atualmente. Então na minha opinião alguns aspectos devem ser observados na escolha:
  1. Escolher pequenas áreas para a instalação, uma parede ou superfície de destaque;
  2. Caso a área seja um pouco maior optar por mosaicos que tenham como base duas ou no máximo 03 cores em tons complementares;
  3. Escolher ambientes de curta permanência como banheiros (parede do box do chuveiro) e pequenas superfícies na cozinha (como a face entre bancada e armários superiores) e áreas de lazer.

Importante ressaltar que o  lema “não existem regras rígidas em decoração” continua valendo, mas é bom lembrar que como este tipo de revestimento vai certamente representar uma fase marcante no estilo de revestimentos e têm um caráter permanente, ou seja, para sua troca é necessário uma pequena reforma.

Inspire-se nestes ambientes e anime-se a mudar a cara do seu espaço: