Decoração escandinava

Simplicidade, alegria e conforto, estas são as palavras que definem a decoração escandinava ou nórdica, deve ser por isso que muita gente gosta bastante dela!

O estilo surgiu no início do século XX, com o artista Carl Larsson, que retratava em suas aquarelas a casa onde viveu. A simplicidade, a funcionalidade e o conforto dos ambientes nos países nórdicos estão em alta! Conheça melhor algumas características para usar como inspiração na sua casa:

A arquitetura e o desenho de interiores desses países são determinados pelo clima e a localização geográfica. O sol não costuma aparecer com frequência e nem por muito tempo, já que os invernos são muito rigorosos, portanto, os ambientes tem muita luz natural, através de aberturas grande, uso de cortinas leves ou até mesmo a ausência delas, para evitar o bloqueio da luz.

Tons claros e cores neutras são a base da decoração, mas o branco, sem dúvida, é predominante. Dessa forma, tranquilidade e leveza estão presentes. Os ambientes são como uma grande tela em branco, que você vai pincelando com alguns móveis e objetos coloridos que dão personalidade ao espaço.

Linhas simples e decoração concisa dão equilíbrio aos ambientes escandinavos. Poucos móveis são utilizados, mas tudo o que está presente tem uma funcionalidade, ou até mais de uma e eles não estão lá por acaso! Os objetos de decoração também são utilizados com parcimônia, sem sobrecarregar o visual.

Como os países nórdicos convivem com as baixas temperaturas, elementos naturais como madeira, lenha e peles aparecem como forma de trazer calor e aconchego para enfrentar o frio rigoroso. A natureza exterior aparece também nas referências às paisagens da região, ricas em lagos, florestas, rios e montanhas.

Confira a galeria de inspirações que nós do Ideia Decorar separamos para você e divirta-se redecorando a sua casa!

Mãos à obra criativos?

 

 

 

 

Cor Rose Quartz é tendência de 2016

A Cor Rose Quartz é tendência de 2016! Isso mesmo! Este tom de rosa super charmoso, também chamado de pink delicado, promete influenciar o universo da moda, arquitetura e decoração neste ano!

O rose quartz é uma cor delicada, que tem influência do design urbano, e ao mesmo tempo, da natureza, ou seja, é uma forma de trazer a natureza para as grandes cidades, criando espaços mais belos nos espaços urbanos! É um tom calmante e alegre, que traz um clima otimista à decoração! Além de dar a leve impressão de se desconectar da tecnologia e se transportar para um lugar mais feliz e ensolarado, por ser um tom suave, proporciona a sensação de calma e tranquilidade!

Como usar o Rose Quartz na decoração?

Apesar de ser suave, esta cor é bem marcante! Uma dica pra quem não quiser deixar o ambiente muito feminino, é não usá-la como cor principal de um ambiente.

Você pode apostar em pequenos detalhes, como vasinhos de vidro com flores, espelhos com moldura rosa, papel de parede floral rosa, pintar apenas uma porta ou o portal, entre outras tantas possibilidades.

Ao utilizá-la em salas, opte por almofadas, quadros, luminárias ou tapetes neste tom!

Outra ideia é compor com desenhos geométricos, estampas e traços marcantes, que remetem a decoração vintage que ainda é uma tendência.

Você pode investir em ambientes como home office e quartos femininos também!

Essa cor é linda e por ter um tom pastel e mais “queimado”, em momento algum deixa o ambiente com cara de infantil.Confira a galeria com as inspirações que separamos para você:

 

5 dicas para usar candy colors na decoração

Sempre pensamos em azulzinho, verdinho, amarelinho e rosinha para quartos infantis, não é mesmo? Os tons pastéis costumam ser usados nos dormitórios de bebês e crianças pequenas porque transmitem calma e tranquilidade, ideais para o crescimento dos pequenos. No entanto as candy colors são versáteis, estão na moda e são a cara dos dias de hoje! Seja para evocar o romantismo no quarto ou temperar com diversão a sala de estar, elas são capazes de revolucionar a decoração e podem ser usadas com os mais diversos objetivos! Confira aqui no Ideia Decorar 5 dicas para usar candy colors na decoração.

Use a liberdade das paredes brancas
As paredes brancas e neutras são excelentes aliadas da decoração, tudo porque elas permitem uma infinidade de composições com os móveis e elementos decorativos. Aqui, o branco dialoga muito bem com os tons pastéis e com os escuros que podem estar nas cortinas, no sofá ou no piso.

Claro e escuro para uma decoração contemporânea
Tons claros de azul ou de amarelo ficam ótimos quando combinados com cinza chumbo, criando uma pegada mais urbana. Essa composição pode ser aplicada no sofá escuro, fazendo um contraste entre as almofadas. Vasos e mesa de centro também podem ser em tons pastel e o tapete em um tom mais fechado.

Papeis de parede para os apaixonados por estampas
Os papeis de parede são verdadeiros objetos de desejo para quem é apaixonado por estampas. Podem ser papeis de parede, adesivos de parede, adesivos de azulejos e pôsteres para todos os cômodos da casa.

Toque country
Elementos em tons pastel ficam perfeitos em ambientes com piso, detalhes e móveis de madeira. Com essa combinação, é possível criar uma atmosfera de fazenda, bem aconchegante e suave. Só falta o cheirinho de mato molhado pra completar.

Décor industrial
Elementos de metal, canos aparentes, paredes pretas e tijolinhos à vista… o estilo industrial vem ganhando espaço na decoração. Os tons suaves como o amarelo, azul e o rosa criam um equilíbrio estético interessante e podem compor um ambiente criativo e descolado.

Confira as inspirações que separamos para você:

Aposte!

 

 

Azulejos geométricos

Quer adicionar um pouco de cor e design a um espaço na sua casa? Use azulejos geométricos. Em vez de optar por um padrão quadriculado ou piso chevron, que tal uma estampa gráfica? Algo que crie um estilo mais artístico?

A decoração da casa precisa ser encarada como diversão; caso contrário, tende a cair na monotonia. E uma das formas de fugir do lugar comum e deixá-la sempre com o frescor da novidade, é apostar em ideias diferentes para destacar os ambientes. Dar ênfase ao piso, ao invés de decorar qualquer outra superfície, é um ótimo exemplo e já que o piso vira o centro das atenções, por que não explorá-lo com uma tendência decorativa?

 

As formas geométricas viraram tendência há algum tempo e vieram para ficar! Com linhas retas, formas leves e discretas, os triângulos, retângulos e quadrados decoram diferentes espaços da casa realçando superfícies, e trazendo a beleza da simplicidade para as composições. Apostar em azulejos geométricos para decorar a cozinha, o banheiro ou a sala, é uma boa forma de deixar o piso em destaque. E a melhor parte é que, com um piso bem decorado, o uso do tapete é totalmente dispensável.

Durável, à prova d’água, fresquinho e agradável ao toque, o azulejo é uma opção perfeita para as regiões mais quentes. Sem contar que ele é prático de limpar, e junta muito menos poeira do que os pisos carpetados/cobertos de tapete, uma vantagem enorme para os alérgicos.

Em cores neutras, eles são extremamente versáteis, e combinam com qualquer tom vibrante. Com um piso geométrico em preto e branco, você pode optar por acessórios vermelhos, azuis, amarelos… O céu é o limite!

A cor de 2016: Ouro Monarca

Estamos de olho em todas as tendências de decoração e design para este ano! Para a paleta de cores, a grande aposta de 2016 é o Ouro Monarca, um tom que mistura amarelo, dourado e ocre, criando uma cor versátil, podendo ser aplicada em decorações mais clássicas quanto em combinações mais alegres e modernas. Confira no post de hoje as nossas inspirações e dicas para usar a cor de 2016: Ouro Monarca na sua decoração!

Por ser um tom fechado de amarelo, o ouro monarca se torna versátil: ele não perde a leveza e excitação do amarelo, mas também consegue incorporar decorações mais sóbrias e tradicionais. Isso faz com que ele possa ser usado em todos os ambientes da casa, em áreas internas e externas, inclusive em grandes quantidades, como paredes e móveis maiores.

O leque de possibilidades para combinar o ouro monarca com outras cores é vasto. Tons mais fechados de laranja e vermelho, marrom, ocre e bege, por exemplo, são cores que harmonizam bem, principalmente para uma decoração mais elegante, com um toque tradicional. Para criar um efeito de contraste e deixar a decoração mais viva e contemporânea, invista em cores como o cinza e tons fechados de verde e azul. O contraste dessas cores com o ouro monarca deixará o décor mais aceso e irradiante.

Nas paredes, o ouro monarca consegue trazer atenção para o cômodo, sem se tornar cansativo ou sobrecarregar o ambiente. Experimente utilizá-lo em uma parede principal, deixando as outras em um tom mais claro e neutro (o bege vai muito bem para essa combinação!). Para cozinhas e banheiros que costumam ser ambientes menores, você pode usar a tonalidade nos armários, por exemplo. Combine com objetos de tons mais acesos para trazer luminosidade para o ambiente.

Usar o ouro monarca em móveis e detalhes é uma forma fácil de não errar a mão na hora de aplicar a cor ao seu décor. Sofás e poltronas no tom ficam charmosas e se destacam. Almofadas e mantas conseguem trazer aconchego e a sensação de familiaridade com o ambiente. Vasos e luminárias de tecido também são fáceis de de incorporar a uma decoração prévia, além de nunca saírem de moda!

A cor de 2016 Ouro Monarca 8 A cor de 2016 Ouro Monarca 7 A cor de 2016 Ouro Monarca 6 A cor de 2016 Ouro Monarca 5 A cor de 2016 Ouro Monarca 4 A cor de 2016 Ouro Monarca 3 A cor de 2016 Ouro Monarca 2 A cor de 2016 Ouro Monarca 1

 

Decoração industrial

A decoração industrial, teve origem entre os anos 50 e 70, surgindo como uma opção para beleza aos studios que se transformaram nos lofts de hoje. Inusitado, com materiais exposto em amplos espaços, o estilo ajudou a tornar os ambientes mais funcionais e dar uma cara moderna ao estilo cru e urbano!

Para pequenos espaços, a decoração industrial vem como opção para aumentar os ambientes e otimizar espaços, fazendo uma releitura dos antigos galpões e fábricas, que misturavam trabalho com moradia no século XX, principalmente nos Estados Unidos. Sendo assim, as características destes espaços misturam materiais pesados com a delicadeza do design de interiores. Apesar de inusitada, a combinação dá super certo!

O metal é um dos materiais mais recorrentes na decoração industrial, ele se mostra em prateleiras, estantes e luminárias; na cozinha, serve como mesa e aparadores de objetos. As mesas com gavetas e rodinhas, típicas de cozinhas industriais, podem ser uma ótima opção para uma ilha, por serem práticas, podem também guardar louças e utensílios.

Os tubos e fiações também passam a ficar à mostra nos ambientes. Os spots de luz saem de cena e entram lâmpadas suspensas, com fios sendo parte da decoração. As tubulações também entram no projeto principalmente para imóveis com o pé direito alto, como um detalhe urbano para deixar o ambiente ainda mais marcante.

A madeira também é uma ótima maneira de trazer este ar de construção para a decoração. Peças escuras e mais naturais, sem estarem perfeitamente lixadas ou envernizadas, madeira de demolição e pallets trazem um ar industrial mesmo sendo um material mais leve e fácil de utilizar. Mas, se você deseja um ar mais cosmopolita, mas não quer uma decoração pesada na sua casa, a madeira mais “bruta” é uma aposta para o seu projeto!

Moderna e cheia de atitude, a decoração industrial brinca com o privado e o público, com o conforto de casa e o rigor dos espaços de trabalho! Confira a galeria e inspire-se:

 

 

Decoração oriental: como fazer

Para os criativos e apaixonados por decoração e pela cultura oriental, o IdeiaDecorar trás uma boa notícia: a decoração asiática é uma tendência! E a melhor parte ainda é que esse estilo, assim como a cultura da região, é muito amplo e pode ser adaptável a vários gostos e perfis. Aproveite e siga todas as dicas de Decoração Oriental: como fazer aqui no IdeiaDecorar!

Minimalismo e simplicidade

Entre as influências da decoração oriental, a temática de motivos japoneses e chineses são uma das mais populares, através da influência e do fascínio que a cultura tem no mundo. Aqui, o minimalismo e a simplicidade são as palavras principais. Este conceito favorece o uso de camas baixas e outros móveis baixos, cúpulas redondas, banquinhos para as refeições e tatames onde pode circular sempre sem sapatos, como manda a tradição nipônica. Num ambiente onde menos é mais, use muitas almofadas para garantir sempre seu conforto em qualquer situação

Uma decoração de estilo chinês vai usar cores vibrantes, como o dourado, o vermelho, ou uma combinação destas cores com o preto. Na tradição chinesa, a presença de motivos como dragões e pássaros, símbolos da vida e da natureza, é uma constante e dá um ar exótico e diferente a uma sala ou um  quarto.

E, como não podia deixar de ser, os vasos de porcelana ricamente decorados, que maravilhavam os colonizadores europeus de séculos passados continuam a ser um exemplo de charme e sofisticação.

China e o Japão partilham uma história de vizinhança próxima e por isso existem algumas semelhanças em ambos os estilos decorativos. Em ambas as tradições, muito antigas e sofisticadas, o uso de objetos em madeira como o bambu ou o ratan são muito frequentes, e a influência dos motivos chineses como os dragões ou os pássaros, do uso de banquinhos ou até mesmo dos vasos de porcelana não é estranha ao conceito japonês. A principal diferença estará mesmo no minimalismo para onde evoluiu a cultura japonesa, em oposição ao detalhe e ao uso de cores vibrantes da cultura continental chinesa.

Confira as inspirações que separamos especialmente para vocês:

10 maneiras de sobrepor tapetes

Se você gosta de um visual despojado, admira o estilo boho e não abre mão do conforto, tenho certeza que vai adorar a tendência dos tapetes sobrepostos! Pode parecer um pouco inusitado, mas esta dica funciona em vários ambientes! Gostou da ideia, mas está pensando como reproduzir na sua casa? Confira o post que preparamos especialmente para vocês!

Vamos às dicas? 10 maneiras de sobrepor tapetes:

1. UM SOBRE O OUTRO E PERFEITAMENTE ALINHADOS
Escolha dois modelos que tenham o mesmo formato, mas de tamanhos diferentes. Depois, é só posicionar o menor sobre o maior no centro.
10 maneiras de sobrepor tapetes 1 10 maneiras de sobrepor tapetes 2 10 maneiras de sobrepor tapetes 3
2 UM SOBRE O OUTRO, MAS SEM ALINHAR
Esse arranjo é muito parecido com o primeiro da nossa lista, mas ele tem um ar mais despojado.
10 maneiras de sobrepor tapetes 4 10 maneiras de sobrepor tapetes 5 10 maneiras de sobrepor tapetes 6
3. TEXTURAS E FORMATOS DIFERENTES
 O legal aqui é fazer um jogo entre formatos diferentes: um geométrico e o outro orgânico.
10 maneiras de sobrepor tapetes 7 10 maneiras de sobrepor tapetes 8
4. TODOS DO MESMO ESTILO
Se você deseja ousar um pouco menos, opte por modelos do mesmo estilo e que tenham cores semelhantes.
10 maneiras de sobrepor tapetes 910 maneiras de sobrepor tapetes 10
5. VÁRIOS TAPETES FORMANDO UM SÓ
Gosta do estilo boho? Então confira esta dica: sobreponha vários tapetes de forma que pareça apenas um!
10 maneiras de sobrepor tapetes 1110 maneiras de sobrepor tapetes 12
6. PASSADEIRAS SOBREPOSTAS
Passadeiras arrumadas de maneira despretensiosa e que dão um charme ao seu corredor.
10 maneiras de sobrepor tapetes 13
7. KILIM + SISAL
A mistura da textura natural do sisal com o desenho étnico e visual artesanal dos kilim deixa o ambiente ainda mais bonito!
10 maneiras de sobrepor tapetes 14
8. MIX DE ESTILOS
Busca um visual mais despojado? Basta misturar!
10 maneiras de sobrepor tapetes 15
9. COLORIDO + NEUTRO
Você tem um tapete super colorido em casa? Combine-o com um em cores neutras, como o preto e o branco!
10 maneiras de sobrepor tapetes 16
10. NEUTRO + NEUTRO
Use e abuse de tons claros e neutros. Esta dica vale para quem gosta de um ambiente mais discreto.
10 maneiras de sobrepor tapetes 17 10 maneiras de sobrepor tapetes 18 10 maneiras de sobrepor tapetes 19

Cinco plantas que limpam o ar da casa

Confira aqui no IdeiaDecorar cinco plantas que limpam o ar da casa:

As tintas, móveis, vidros e tecidos que estão presentes na nossa decoração e os produtos utilizados na limpeza liberam produtos químicos. Os mais comuns são benzeno, xileno, aldeído e tricloroetileno. Isso não é um problema para ambientes bem ventilados (se bem que em cidades poluídas, com índices de qualidade do ar sempre tão críticos, ambientes bem ventilados também têm quantidade razoável de resíduos químicos vindos de outras fontes). As plantas são purificadores naturais do ar. Então, mesmo em ambientes menos ventilados, é possível cultivar determinadas espécies que ajudem a reduzir a toxidade.

Todas se adaptam bem com pouquíssima exposição ao sol e também pouca rega (a luminosidade, no entanto, é sempre importante!).

1) CLOROFITO

01-clorofito

O Clorofito precisa de muita luz e de pouca exposição ao sol (no inverno). Regue diariamente no verão, mas modere nos dias frios.

2) DRACENA

02-dracena

A Dracena não pede sol. Mas não gosta de lugares muito frios. Deixe-a em local iluminado e regue diariamente (sem encharcar o solo).

3) FILODENDRO

03-filodendro-pacova

O Filodendro Pacová gosta de lugares quentes (nada de ar condicionado forte para eles) e pede iluminação durante uma parte do dia (manhã ou tarde). Como originalmente os Filodendros são epífitas, plante-o em solo enriquecido com fertilizante orgânico ou sobre xaxim. E só regue quando perceber que o substrato está secando.

4) LÍRIO-DA-PAZ

04-lirio-da-paz

O Lírio da Paz não pode ficar em vaso seco. Pede regas diárias em períodos mais áridos e regas a cada dois dias em períodos mais úmidos. A cada seis meses adube a terra e removas as folhas mortas e secas.

5) SAMAMBAIA

05-samambaia

As samambaias não gostam de incidência direta de sol – basta receberem luminosidade em parte do dia. As regas devem ser diárias, mas o xaxim nunca deve ficar encharcado. Em dias quentes borrife água em suas folhas. Evite posicionar a samambaia em local em que haja corrente de vento.

Além de deixar a casa linda, plantinhas em casa são sempre bem-vindas não é mesmo? Especialmente estas, que nos fazem tão bem!

 

Iluminação para festas de final de ano

O IdeiaDecorar  preparou dicas econômicas de iluminação para festas de final de ano, confira o artigo!

Eventos organizados ao ar livre, seja em jardins, praia ou piscina, dependem de uma boa iluminação, principalmente se ocorrerem ao entardecer. É vital que a iluminação para festas permita o aproveitamento do evento, mas sem ofuscar a decoração e a visão dos convidados.

Veja na imagem abaixo, quatro modelos de luminárias artesanais, confeccionadas com materiais reciclados e velas.

iluminação-para-festas

Para criar iluminação para festas com luminárias recicladas, você vai necessitar de jarras, copos ou garrafas transparentes, areia e vela. Basta encher o recipiente com areia, deixando o espaço para inserir a vela. A iluminação com velas é econômica e pode integrar diferentes estilos de decoração, podendo ser dispostas no chão, em mesas ou penduradas com o auxílio de arames.

iluminação-para-festas2-e1436812163720 iluminação-para-festas3-e1436812452737

Iluminação para festas de final de ano na piscina

As festas na piscina são marcadas por alegria e requinte. A piscina em si possibilita um clima de total interação entre os convidados e é um elemento decorativo funcional para a festa. O ambiente abaixo foi decorado com velas ao redor e dentro da piscina. Muito chique!

iluminação-para-festas4-e1436812690104

Iluminação para festas de final de ano com garrafas

A iluminação para festas com luzes de LED é uma ótima opção de economia. Garrafas vazias de bebidas com vidro colorido dão um efeito excelente na iluminação. É possível inserir lâmpadas de led utilizadas na decoração de natal, coloridas ou brancas. Veja como ficou interessante o efeito da iluminação para festas com garrafas e LED.

iluminação-para-festas5

Para fazer luminária de garrafa é preciso: garrafa, furadeira com broca de ½ para vidro, óculos e luvas de proteção, fita adesiva e fita de LED. Ponha um pedaço de fita adesiva no local onde deseja perfurar, utilize as luvas e o óculo de proteção e faça a perfuração, sem por muita força. Após perfurar a garrafa, lave-a, ponha para secar e passe as luzes de LED pelo furo, é possível interligar uma garrafa à outra com as luzes.

E então, gostaram das dicas? São boas, bonitas e baratas, não é mesmo? Mãos à obra criativos?!

 

Como limpar sua piscina

Em tempos de calor, ter uma piscina em casa parece uma boa ideia, certo? Mas para que a diversão não termine em pesadelo, o ideal é que você consiga manter ela sempre limpa e pronta para o uso no fim de semana. Isso requer alguns cuidados essenciais, mas muitas vezes a manutenção não requer a contratação de um profissional, veja dicas de como limpar sua piscina aqui no Ideia Decorar!

9limpeza-de-piscinas-2

1. Usar uma rede para tirar as sujeiras maiores é o primeiro passo para limpar piscina

borda-da-piscina

2. Preste atenção aos detalhes nas bordas

605-a3.Use uma escovinha apropriada para tirar as sujeiras ao redor da piscina

Low Speed_800x600

4. Use um aspirador apropriado para remover a sujeira do fundo da piscina

Para limpar piscina de um jeito fácil, você vai precisar ter em casa algumas ferramentas especiais, a rede de folhas é uma delas. Com ela você consegue retirar da água as sujeiras maiores e as folhas como o próprio nome sugere. Logo em seguida use as escovas para limpeza de bordas que devem ser escolhidas de acordo com o material do qual é feito a sua piscina, por fim um aspirador especial também pode ser uma boa pedida.

Como limpar sua piscina

Não se esqueça de limpar todo o entorno da sua piscina, além de deixar o ambiente com uma cara mais organizado e agradável, isso vai evitar que a sujeira depois vá para a sua piscina limpinha. Lembre-se sempre de esvaziar o filtro sua piscina e esvazia-lo com frequência, isso vai garantir que a manutenção seja sempre mais tranquila e que a água onde você e sua família nadam, mais limpa.

Por fim não se esqueça de colocar o cloro,de um modo geral, ele serve como desinfetante, e deve ser colocado no final da limpeza para garantir a qualidade da água, lembre-se de autorizar o uso da piscina apenas uma hora depois da aplicação do cloro.

E não se esqueça de limpar aos arredores da piscina para garantir a diversão!

 

Cor marsala na decoração

Esqueça os tons vivos e abertos que a Pantone escolheu como as cores dos últimos três anos. Os dias de verde-esmeralda, ‘tangerina tango’ e ‘orquídea radiante’ ficaram no passado. Para 2015, a maior autoridade em cores do mundo definiu um tom vermelho escuro, bem próximo do vinho e com um fundo terroso, como a cor-tendência. O nome escolhido – ‘Marsala’ – é perfeito. Faz referência a um tipo de vinho encorpado e fortificado da região da Sicília, na Itália.

Abaixo, ensinamos três dicas para aderir à cor de 2015 já e sem medo:

1) Comece pelas cortinas, toalhas e tapetes

Com tecidos tradicionalmente mais encorpados, essas peças são perfeitas para experimentar a Marsala na decoração. Concentrada só nos detalhes, a cor contagia o ambiente com toques de sofisticação.

2) Adote o tom em ambientes mais intimistas

Quartos, salas de leitura e bibliotecas são os cantinhos preferidos das cores que inspiram intimidade. Aposte no vermelho terroso de 2015 em papéis de parede, móveis e roupas de cama para não errar.

3) Invista na mistura do rústico com o chique

Parede de tijolinhos e móveis de demolição combinados a louças, pratarias, taças e copos de cristal são a receita certa para uma sala de jantar que une o rústico ao elegante. A cor Marsala ficará um charme em sintonia com tons amadeirados e em cobre.